Os Tripes do Brasil
Identificação, Informações, Novidades

Nexothrips delclaroi

Nexothrips delclaroi Marullo & Mound, 2001: 235.

Referência original: Marullo R & Mound LA (2000) Nexothrips; a new genus of thripine Thysanoptera (Insecta) from the neotropics, and its palaeotropical faunal affinities. Journal of the New York Entomological Society 108: 231–236.

 

Família

Thripidae, Thripinae

 

Informações sobre nomenclatura

http://thrips.info/wiki/Nexothrips_delclaroi

 

Diagnose

Corpo amarelo; segmentos antenais escurecidos com cinza; clavus e asas anteriores escurecidas e com cerdas escuras nas venações. Cabeça com três pares de cerdas ocelares, pares I e II numa fileira transversal à frente do ocelo anterior, par III entre as margens posteriores dos ocelos posteriores. Antenas com 8 segmentos, III & IV com cones sensoriais bifurcados; segmento VIII quase duas vezes mais longo que o segmento VII. Pronoto sem esculturação distinta e sem cerdas longas; margem posterior com seis pares de cerdas curtas. Espínula na furca do mesoesterno presente, mas fracamente desenvolvida, não chegando à metade do segmento; endofurca metatorácica sem espínula. Metanoto reticulado medialmente com linhas longitudinais de esculturação; sensilas campaniformes presentes; dois pares de cerdas presentes, par mediano mais robusto e distintivamente mais curto que o par lateral delgado. Tarsos com dois segmentos. Asas anteriores com ambas as fileiras de cerdas interrompidas. Tergitos abdominais com seis ou mais linhas de esculturação, algumas linhas com microtríquias diminutas e pouco aparentes; tergitos II–VIII com um craspeda amplo cada; cerdas medianas bem pequenas e separadas entre si; tergito X com divisão dorsal mediana longa mas incompleta. Esternito II com dois pares de cerdas posteromarginais, III–VII com três pares cada, VII com o par S1 situado próximo e anterior ao par S2; margens dos esternitos com craspeda lobado entre as cerdas marginais. Ambos os sexos macrópteros.

 

Machos com segmento abdominal IX grande e estendendo-se ao segmento VIII, tergito IX com um par de cerdas pequenas mas robustas, como espinhos, médio-dorsalmente; esternitos abdominais II–VII com placas porosas delgadas e transversais, a do II com cerca de um terço da largura da placa porosa do III.

Variação intraespecífica

Sem registro.

 

Informações do gênero e espécies similares

Nexothrips é um gênero neotropical que inclui duas espécies minúsculas e de coloração amarela. É proximamente relacionado com membros do gênero Rhamphothrips do Velho Mundo, pela proximidade dos dois pares de cerdas posteromedianas no esternito VII. Entretanto, as espécies de Nexothrips diferem por possuírem espínula no mesoesterno e pronoto transversal sem esculturação. Nexothrips delclaroi não possui cerdas posteroangulares longas no pronoto e os terços laterais dos tergitos abdominais possuem microtríquias minúsculas situadas sobre linhas de esculturação.

 

Distribuição no mundo

Registrada apenas para o Brasil.

 

Distribuição no Brasil*

Minas Gerais e São Paulo

*Dados da literatura e dos autores.

 

História de vida

Possivelmente vive em flores; foi descrita de flores de Hortia brasiliana (Rutaceae).

 

Importância econômica

Sem registro.

 

Referências sugeridas

Marullo R & Mound LA (2000) Nexothrips; a new genus of thripine Thysanoptera (Insecta) from the neotropics, and its palaeotropical faunal affinities. Journal of the New York Entomological Society 108: 231–236.


Publicado em: 29/12/2016
Postado por: Adriano

Galeria de fotos:

Atendimento


Brasil, Rio Grande do Sul, Rio Grande

Campus Carreiros: Av. Itália km 8

Bairro Carreiros



(51) 9812-37076


cavalleri_adriano@yahoo.com.br

Curta nossa Fan Page

Thysanoptera © Todos Direitos Reservados 2022

Facebook Instagram Linkedin

Hostche - Criação de Sites